Xiaomi Mi Box S vale a pena, ou melhor pegar o Mi Stick?

Xiaomi Mi Box S ou Mi Stick?

As streaming box Android TV não receberam muita atenção nos últimos dois anos quando nos referimos a conteúdo 4K e é nisso que a Mi Box S da Xiaomi ataca.

Usei a primeira geração do Mi Box por pouco mais de um ano, e não é exagero dizer que foi o pior produto Xiaomi que usei.

Eu costumava brincar que tinha o pior produto da Xiaomi conectado ao seu melhor – o projetor a laser Mi. O Mi Box travava constantemente e chegava a um ponto em que eu precisava reiniciá-lo todas as vezes antes de poder transmitir qualquer conteúdo.

Então, quando a Xiaomi lançou uma versão mais recente do Mi Box, fiquei animado. O Mi Box S compartilha o mesmo hardware de seu predecessor, mas executa um android mais novo e vem com um controle remoto de voz que permite iniciar seus programas de TV e filmes favoritos emitindo comandos de voz para o Google Assistente.

Considerando a quantidade de problemas que tive com o Mi Box, queria usar o Mi Box S por alguns meses antes de escrever esse texto.

Portanto, com três sólidos meses de uso, aqui está o que penso da streaming box da Xiaomi.

Xiaomi Mi Box S Review

xiaomi mi box s

A Mi Box S tem um design bastante básico: é apenas uma caixa retangular feita de plástico com bordas arredondadas.

O motivo de seu design quadrado é um dissipador de calor maior que faz um trabalho muito melhor dissipando o calor do hardware interno.

Na parte de trás, você tem portas para alimentação, saída de áudio, unidade USB e HDMI 2.0a.

Não há porta Ethernet dedicada, mas tem um módulo MIMO Wi-Fi ac 2×2 mais recente que faz um trabalho muito melhor ao se manter conectado à sua rede Wi-Fi doméstica.

Tive muitos problemas com a conectividade Wi-Fi no Mi Box, mas esse não foi o caso no Mi Box S.

Especificação

Quanto ao hardware oferecido, o Mi Box S é alimentado por um Amlogic S905X SoC que possui quatro núcleos Cortex A53 com freqüência de até 2.0GHz.

Há 2 GB de RAM e 8 GB de armazenamento interno e, se as especificações parecem familiares, porque não mudaram desde o Mi Box.

Você obtém um novo controle remoto com botões dedicados para Netflix e e Google Assistente. A integração com o Assistente permite que você inicie programas de TV ou reproduza vídeos no YouTube rapidamente, emitindo comandos de voz.

A interface em si é idêntica à que você encontra em qualquer dispositivo Android TV, e você tem acesso à Play Store para baixar milhares de aplicativos otimizados para a TV.

Usei principalmente o Mi Box S com o projetor a laser Mi 1080p. Embora o Mi Box S compartilhe o mesmo hardware de seu predecessor, não vi nenhum problema de desempenho.

Muito disso tem a ver com o fato de que o dispositivo executa o Android 8.1 Oreo, que tem várias correções de bug integradas.

Além disso, a Xiaomi fez um trabalho muito melhor ao emitir atualizações para o Mi Box S.

Recebi duas atualizações carregadas de correções de bugs nos três meses em que usei o dispositivo e, com a Xiaomi se comprometendo a lançar atualizações constantes, o Mi Box S será garantia de obter as versões mais recentes do Android TV assim que estiverem disponíveis.

O Mi Box S faz um ótimo trabalho com conteúdo 1080p, mas o hardware não foi projetado para lidar com 4K.

Dito isso, toda a experiência desmorona quando você tenta transmitir conteúdo em 4K.

Liguei o Mi Box S ao 4K Mi TV Pro da Xiaomi e a interface imediatamente começou a ficar lenta.

O hardware interno é o culpado aqui – ele simplesmente não consegue empurrar conteúdo HDR 4K.

Xiaomi Mi Box S ou Mi Stick?

Então, se você está procurando por um dispositivo de streaming para conteúdo 4K, é melhor procurar outro dispositivo.

Assim que achar um que valha a pena para transmissão de 4k, publico aqui.

Agora se o seu intuito é Full HD, o Mi Stick vale mais a pena principalmente devido ao preço.

Pinterest


0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x